domingo, 9 de janeiro de 2011

Bíblia e crucifixo são retirados do gabinete de Dilma no Planalto.

Matéria da Folha de São Paulo, levada a público no Domingo, 09 de janeiro de 2011, traz a notícia afirmando que Dilma fez mudanças no gabinete presidencial. A principal, claro, é a retirada de símbolos religiosos do gabinete. Normal, ainda mais se levado em consideração o fato de o Brasil ser uma nação de estado laico.

O laicismo é uma doutrina filosófica que defende e promove a separação do Estado das igrejas e comunidades religiosas, assim como a neutralidade do Estado em matéria religiosa. Não deve ser confundida com o ateísmo de Estado. Os valores primaciais do laicismo são a liberdade de consciência, a igualdade entre cidadãos em matéria religiosa, e a origem humana e democraticamente estabelecida das leis do Estado.

Esta corrente surge a partir dos abusos que foram cometidos pela intromissão de correntes religiosas na política das nações e nas Universidades pós-medievais. A afirmação de Max Weber de que "Deus é um tipo ideal criado pelo próprio homem", demonstra a ânsia por deixar de lado a forte influência religiosa percebida na Idade Média, em busca do fortalecimento de um Estado laico. O laicismo teve seu auge no fim do século XIX e no início do século XX.

A palavra laico é um adjetivo que significa uma atitude crítica e separadora da interferência da religião organizada na vida pública das sociedades contemporâneas. Politicamente podemos dividir os países em duas categorias, os laicos e não laicos, em que nos países politicamente laicos a religião não interfere diretamente na política, como é o caso dos países ocidentais em geral. Países não laicos são teocráticos, e a religião tem papel ativo na política e até mesmo constituição, como é o caso do Irã e do Vaticano, entre outros.

Portanto, os estados laicos se contrapõem aos teocráticos. Estados teocráticos têm suas ações pautadas em religiões seguidas pela maioria da população e impostas aos demais cidadãos. Entretanto, estado teocrático e democracia não combinam. Todo cidadão tem o direito de seguir a religião que melhor lhe convier e também tem o direito de não seguir à religião nenhuma.

Talvez apareçam algumas críticas a presidenta, críticas em razão de ela ter-se declarado católica; algo não verídico, pois, foi notório o episódio em que ela não sabia nem fazer o sinal da cruz durante uma missa. Mas, isso não vem ao caso, o que realmente importa em toda essa história é ela negar suas opções e convicções devido a uma disputa eleitoral. Os eleitores que votaram nela, não mudariam seu voto em hipótese alguma. Estavam fechados com ela, a vitória seria certa sob qualquer circunstância.

Oxalá tenhamos, num futuro próximo, eleições decididas com a verdade e não com demagogia e hipocrisia. Tomará com um povo educado e sabedor de seus direitos e deveres, o voto seja no caráter, na idoneidade e no melhor currículo. Seria lindo se votássemos na melhor opção independentemente de cor, raça e credo. Importando somente o melhor para o presente e o futuro da nação.

41 comentários:

  1. Não concordo com está materia pois pelo que me parece o autor está julgando as atitudes da pessoa em questão por está atitude dela sem a mesma poder se defender. É uma mera especulação, só isso.

    ResponderExcluir
  2. Ministra desmente \"Folha\" pelo twitter! Jornal queria usar religião contra Dilma - http://awe.sm/5FEmu

    ResponderExcluir
  3. Retirar símbolos religiosos pode ser um direito da pessoa, mas não tem absolutamente nada a ver com estado laico. Conseguiram fazer com que "estado laico" signifique exatamente o contrário do significa.

    ResponderExcluir
  4. Olá, só gostaria de dizer que laicismo não é de maneira alguma filosofia e que já existia secularização, laicização, muito antes da democracia, bem como existe democracia, como no caso da indonésia, num governo teocrático. Primeiro por que secularização não é parte integrante do Estado, mas da cultura. Segundo, por que, não se trata de um filosofia mas de um desenvolvimento necessário da disputa de poder, orientada pelo surgimento da ética protestante (em weber) ou pela transformação para o modo de produção capitalista (em marx).

    Sobre a votação, eu até concordo com você mas esta questão é de somenos, inclusive tirar ou não os símbolos religiosos do gabinete pessoal dela é uma questão de foro intimo e não do Estado. Seria mais relevante sua reflexão se se tratasse do parlamento ou das cortes judiciais, espaços, por natureza, públicos.

    É isto, espero contribuir para o debate.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Em apenas 10 dias de blog o PeideiMolhado está recebendo mais de 2 mil visitas diariamente. Acesse você também e peide molhado de tanto rir! Perólas do msn, frases de caminhão, pegadinhas, cantadas de pedreiro, vídeos de húmor e muito mais você encontra no http://peideimolhado.blogspot.com/ ! Entre e divirta-se...

    Parceria? Anúncios? Adicione: clan.king@hotmail.com no MSN para conversarmos ou nos envie um e-mail.

    ResponderExcluir
  6. o termo "presidenta" não existe, a Dilma fala errado porque quando era uma estudanta não aprendeu.

    ResponderExcluir
  7. @rafael
    Para sua instrução vide o VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa) - manteúdo pela academia brasileira de letras; onde tal reconhece o vocábulo "presidenta s.f.".
    Assim, pelo que parece,a Sra. Dilma aprendeu muito mais do que seus críticos.

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente vivemos em um patamar onde pessoas julgam os atos das outras por elas serem de diferente cultura,religiao ou etnia..
    Uma pessoa que toma posse de um governo como o do brasil, onde existem uma diversificacao tao abrangente de crencas , religioes, preferencias sejam elas culturais,ideologicas ou sexuais,deve fazer o sacrificio de seus costumes.
    Ou seja, imagino que a nossa presidente esta sendo justa em relacao ao que se diz governar um pais livre e democratico .
    Governar significa ser justo como ser humano, deixando as diversificacoes de lado!
    Meu voto para Dilma!

    ResponderExcluir
  9. O problema é dela e ninguém tem nada a ver com isso, pelo que eu saiba, nesse país as pessoas são livres para terem a religião que quiserem; issso não afetará em nada o governo do país

    ResponderExcluir
  10. não que afete o governo do país, mas é que de acordo com os moldes positivistas em que foi proclamada a república em 1889, sendo maior então a influência da igreja católica, um estado laico representava uma autonomia política do sistema a qual não existia no Império, vinculado aos interesses da Igreja.

    ResponderExcluir
  11. Se ela não quisesse ver nem o crucifixo e nem a bíblia, bastava guardá-los numa gaveta qualquer e pronto: ninguém ficava sabendo e não causava problema algum... Lula e FHC não são religiosos e nem por isso se deram ao trabalho de mostrar pra todo mundo que tiraram o crucifixo e a bíblia do gabinete presidencial...

    Para os que enxergam além das aparências superficiais, esta atitude mostra bastante da personalidade vingativa, egocêntrica, autoritária e infantil de nossa nova "presidenta". Vamos ver o que mais vem por aí...

    Obs.: Hahahah! A palavra que o blogspot me pediu para digitar aqui é MENTE!!!! Ó Destino, és tão cruel quanto és bem-humorado!!!

    ResponderExcluir
  12. FHC era Ateu
    Lula Católico
    e Dilma é Agnóstica.

    nada demais tirar os crucifixos, vivemos num pais com liberdade religiosa.

    ResponderExcluir
  13. nada demais em tirar eles do gabinete, ma a questão foi a mentira na campanha, uma presidente que começa mentindo na campanha não se espera coisa boa, se ela é tão corajosa pq na campanha não assumiu sua posição????????????????

    ResponderExcluir
  14. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA "(...) esta atitude mostra bastante da personalidade vingativa, egocêntrica, autoritária e infantil (...)" MHUAAAAAAAAAA tudo isso só de tirar a bíblia e o crucifixo, puxa... até realizei na minha cabeça a Dilma como uma megera de desenho animado tirando os símbolos e dando uma risada maléfica... ¬¬

    ResponderExcluir
  15. Não gosto nenhum pouco da dilma, mas achei certa essa atitude. As religiões ja cometem abusos demais mesmo quando não estão relacionadas ao poder, lugar de religião é não igreja, enganando seus fiéis ignorantes.

    ResponderExcluir
  16. Não gosto nenhum pouco da dilma, mas achei certa essa atitude. As religiões ja cometem abusos demais mesmo quando não estão relacionadas ao poder, lugar de religião é na igreja enganando seus fiéis ignorantes.

    ResponderExcluir
  17. Nada de mais isso,religião é uma droga.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns a Dilma!

    Manter simbolos cristaos em lugares publicos é um desrespeito com as demais religioes e os ateistas. Todos pagam importos e sustentam o governo, que não deve tender para nenhum lado.

    ResponderExcluir
  19. Isso foi mentira da Folha de São Paulo e foi desmentido pelo twitter da presidente ou presidenta.


    Mas mesmo que fosse verdade, ela agiu corretamente. E isso não teria nada a ver com ela ser ou não cristã. Mesmo os cristãos precisam respeitar o fato de que, esse não é um país católico ou evangélico, e sim um país LAICO!!!

    ResponderExcluir
  20. Putz, o povo ainda levanta o caso dessa nossa Presidenta pilantra ser ou não católica, ela que seja da religião que quiser, cada um escolhe seu caminho. A Folha poderia estar se preocupando mais em mostrar mais das safadezas dessa Presidenta, (olha o Antonio Palocci ai novamente) do que se preocupar com ela sabendo rezar, ter faculdade, ser lésbica, etc. Ela é o que quer ser, mas não se pode esquecer das pilantragens que ela fez, faz e irá fazer com toda certeza.

    ResponderExcluir
  21. Tá, se ela tirou o crucifixo e a bíblia do local de trabalho dela, qual é o problema? Se ela segue a filosofia ateísta é um problema? Com gente matando gente, apologia a drogas e ao sexo em mídia aberta, vão se preocupar com a religião da presidente?
    E outra, O BRASIL NÃO É UM PAÍS LAICO, É SÓ OLHAR PARA UMA NOTA DE REAL, QUE SE VÊ ESCRITO "DEUS SEJA LOUVADO".

    ResponderExcluir
  22. @>† todas as religioes têm um deus, com exceção do ateísmo (é uma religiao também), o o "Deus seja louvado" serve para qualquer Deus.

    ResponderExcluir
  23. A mulher se diz católica durante a campanha, recebe o "bispo" Edir Macedo na posse com honrias de chefe de Estado e depois que entra, tira crucifixo e bíblia do gabinete, pra todo mundo ficar sabendo que ela está cagando e andando pra Religião... Se é "agnóstica" ou ateia, que mantivesse esta atitude durante a campanha, ao invés de mentir. Quem mente por pouco mente por muito, e é típico de político "virar outra pessoa" depois da posse.

    Concordo com o anônimo que falou sobre a atitude da Dilma ser infantil e vingativa... Acho que ninguém se dispôs ou mesmo quis analisar o que ele tentou dizer, então vou acrescentar: a personalidade vingativa, autoritária e infantil da Dilma está praticamente escrita na testa dela (quem conhece de linguagem corporal e de neurociência, vê isto perfeitamente).

    Quem quiser acreditar nela e defendê-la, que faça isso, mas lembre-se que assim como é incapaz de enxergar determinados defeitos da "presidenta", também será incapaz de enxergar determinados defeitos em si mesmo e nos muitos "amigos" ao seu redor. Pois vá em frente e continue feliz em sua ignorância!!!

    ResponderExcluir
  24. Todos os simbolos religiosos deveriam ser retirados de coisas publicas e da midia.

    ResponderExcluir
  25. nossa ela cometeu essa barbarie, agora o deus dos evangelicos vai punir a todos, como faz na biblia, tamo ferrado.....

    ResponderExcluir
  26. Estado Laico.... Conversa fiada de ateu metido a culto; Desprezem Deus e veja na merda que vai dar...

    ResponderExcluir
  27. pelo amor de DEUS quanta gente BURRA, se vcs nao estao vendo e nao sabem ela é satanica
    mulher do diabo e vcs sao muito BURROS pra nao ver isso!!!

    ResponderExcluir
  28. (Estado Laico.... Conversa fiada de ateu metido a culto; Desprezem Deus e veja na merda que vai dar...)gente ñ brinquem com deus ele é um carrasco incansavel...

    ResponderExcluir
  29. (pelo amor de DEUS quanta gente BURRA, se vcs nao estao vendo e nao sabem ela é satanica
    mulher do diabo e vcs sao muito BURROS pra nao ver isso!!!) BURRA É VC SUA IGNORANTE EM NOME DE JESUS, OQ VC SABE DE DEUS? DEUS TA CAGANDO PRA TUA SOBERBA E A DE TODOS OS EVANGELICOS FANATICOS...SEJA ATEU E ALIMENTO UM FAMINTO, E VC ESTARA NA GRAÇA DO DEUS SUPREMO DO UNIVERSO.....

    ResponderExcluir
  30. deus não existe.
    prove me o contrário.

    ResponderExcluir
  31. Sou católica, porém se for verdade, que Dilma tirou crucifixo e bíblia de sua sala, acho correto. Ela representa uma nação onde temos muitas religiões, graças a Deus liberdade para escolher. Vc. viu algum Banco com crucifixo? claro que não e nem órgão público algum.
    INTRIGA DA OPOSIÇÃO. Melhor achar o que fazer.
    Eu.

    ResponderExcluir
  32. Retirou o Crucifixo e a Bíblia corretamente, pois ela é presidente de milhões de brasileiros de religiões diferentes.
    Política e religião não devem ser misturados.
    Pô!! deixem a mulher em paz.

    ResponderExcluir
  33. se fala em estado laico.
    Então Ateus, agnósticos e fiéis de outras religiões devem trabalhar em feriados religiosos? ou o estado laico deve abandonar estes dias?

    ResponderExcluir
  34. não vejo nada de mal, tanto é que a biblia em que os presidentes fazem o juramento não é a biblia cristã e sim a biblia satanica, alem do mais o crucifixo tbm é.

    ResponderExcluir
  35. Retirar os símbolos religiosos é como retirar uma máscara que ela colocou quando afirmou que era católica na ocasião que começou a perder votos, foi até a cidade de Aparecida do Norte para participar de Missa, visitou pastores e afirmou (para garantir votos) que tinha fé cristã. Por esta atitude se vê que tudo foi um teatro para garantir votos.

    ResponderExcluir
  36. Nos tempos da "luta armada" ele seguia alguma religião ou era só a cartilha do movimento mesmo?

    ResponderExcluir
  37. Certíssima e olha que detesto a tal do cara , mas sou imparcial.
    Estamos num Estado Laico com diversidade de raças , religiões ...
    O nosso Presidente governa para todos os brasileiros ,sem privilégios e, sem levar em conta as suas crenças e peculiaridades pessoais, pois o que deve prevalecer é o coletivo - maioria e minoria.

    ResponderExcluir
  38. Que Deus tenha Misericórdia da Presidenta e de alguns brasileiros que não souberam alertar de tal feito e que o Homem ou A mulher devem ter cautela quanto ao sobrenatural e os mistérios divinos, pois sabe se que é de difícil entendimento os procedimentos daqueles que querem estereotipar algo que sabem que mais cedo ou mais tarde terão que prestar contas de suas ações ou omissões quanto ao que acreditam ser Divino ou não, pois independentemente de crenças ou descrenças Deus existe e continuará existindo independentemente de vontade humana ou não, de signos ou símbolos físicos ou não materiais ou não, pois ser ou ser eis a questão já disse certo sábio inglês!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  39. Não é comum nem vista com naturalidade uma atitude como essa da presidente em um país eminentemente reliogoso como o Brasil. Pior ainda quando ela, durante o período eleitoral, fez tanto esforço para se identificar como uma pessoa dotada de religiosidade.

    ResponderExcluir

Os políticos são o espelho da sociedade.

      O nosso problema não está no fato de o país ser unitário ou federado, de ele ser república ou monarquia, de ele ser presidenciali...